quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Atenção para a Época da Piracema

Concórdia – No decorrer do período de Piracema – (1º de outubro a 31 de janeiro de 2014) – época de reprodução dos peixes, a Polícia Militar Ambiental realizará operações de fiscalização e também orientações aos pescadores nos rios da região do Meio-Oeste catarinense, especialmente no Rio do Peixe, Rio Jacutinga, Rio Chapecó, Rio Canoas, Rio Pelotas, Rio Marombas, Rio do Mato e no Rio Uruguai nos municípios de Campos Novos, Zortéa, Capinzal e Piratuba.
As principais condutas irregulares constatadas pela Polícia Ambiental nesse período são a utilização de esperas, redes, tarrafas e espinhéis em locais proibidos e por pessoas não habilitadas.
Nas atividades de educação ambiental e o policiamento ostensivo nas comunidades rurais, moradores ribeirinhos, bem como pessoas que estejam acampadas às margens dos rios e áreas de lazer serão orientados quanto a restrições do período de defeso. Também serão orientados sobre as novas regras após a piracema, além da importância de preservar os recursos hídricos, fauna aquática e flora, visando à proteção do meio ambiente e promovendo o desenvolvimento sustentável.
No decorrer dos anos a Polícia Ambiental realizou operações contínuas de fiscalização aquática, e percebeu que a maioria dos pescadores respeita às regras. A Polícia Ambienta alerta que, quando identificadas, as pessoas em prática ilegal podem responder por crime ambiental na Justiça, cuja pena de detenção é de 1 a 3 anos e a sanções administrativas como a perda dos materiais de pesca e multa de R$ 700 a R$ 100 mil, mais R$ 20 por quilo de pescado.

Fonte:Rádio Catarinense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário